terça-feira, 22 de agosto de 2017

Realidade e RPG

A cada dia que passa eu percebo o quão grave é estar ciente. Numa hora você compra uma caneta para ajudar uma moça que tem o filho doente e no momento seguinte percebe que no Banco do Brasil não tem caneta para preencher o envelope daquele depósito importante.
Então você dá 20 reais de esmola porque não tem troco porque vê que a pessoa está mesmo indo se alimentar, mas dorme no ônibus, perde o ponto, não tem passagem de volta e um belo cidadão te dá 20 reais porque não tem dinheiro trocado.
Instrumentos e até pessoas. Eles aparecem na sua vida para dar o que você precisa, não o que você quer.
Darma? Você quer chamar assim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário