quarta-feira, 30 de agosto de 2017

A lente negra sem fundo

Uma piscada ou outra
Um par de óculos escuros
Uma noite de sono
Um véu invisível chamado inocência
Muito já esteve diante dos meus olhos, cariño
Muito já saiu por esses olhos
Esses olhos só querem a verdade
Não são suficientes os sonhos, os raios, as desilusões
Estes olhos estão abertos agora

Imbranato


È iniziato tutto per un tuo capriccio
Io non mi fidavo era solo sesso
Ma il sesso è un'attitudine
Come l'arte in genere
E forse l'ho capito e sono qui
Scusa sai se provo a insistere
Divento insopportabile
Ma ti amo ti amo ti amo
Ci risiamo vabbè, è antico, ma ti amo
E scusa se ti amo e se ci conosciamo
Da due mesi o poco più
E scusa se non parlo piano
Ma se non urlo muoio
Non so se sai che ti amo
E scusami se rido, dall'imbarazzo cedo
Ti guardo fisso e tremo
All'idea di averti accanto
E sentirmi tuo soltanto
E sono qui che parlo emozionato
E sono un imbranato
E sono un imbranato
Ciao come stai?
Domanda inutile
Ma a me l'amore mi rende prevedibile
Parlo poco, lo so è strano, guido piano
Sarà il vento, sarà il tempo, sarà fuoco
E scusa se ti amo e se ci conosciamo
Da due mesi o poco più
E scusa se non parlo piano
Ma se non urlo muoio
Non so se sai che ti amo
E scusami se rido, dall'imbarazzo cedo
Ti guardo fisso e tremo
All'idea di averti accanto
E sentirmi tuo soltanto
E sono qui che parlo emozionato
E sono un imbranato
E sono un imbranato
Ma ti amo

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Realidade e RPG

A cada dia que passa eu percebo o quão grave é estar ciente. Numa hora você compra uma caneta para ajudar uma moça que tem o filho doente e no momento seguinte percebe que no Banco do Brasil não tem caneta para preencher o envelope daquele depósito importante.
Então você dá 20 reais de esmola porque não tem troco porque vê que a pessoa está mesmo indo se alimentar, mas dorme no ônibus, perde o ponto, não tem passagem de volta e um belo cidadão te dá 20 reais porque não tem dinheiro trocado.
Instrumentos e até pessoas. Eles aparecem na sua vida para dar o que você precisa, não o que você quer.
Darma? Você quer chamar assim?

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Gg Wp

No silêncio da noite, falo seu nome baixinho, só pra dormir pensando em você.

Matrioska

Eu sentei na cadeira que a minha amiga vai amamentar o bebê e de repente vi todo mundo como um monte de senhores idosos. Ele de pernas cruzadas segurando um aparelhinho pra acompanhar um jogo, ela mexendo em todos os bibelôs do bufê e a mais velha mostrando a todos que era mais experiente.
Eu estava apenas sentada na poltrona da grávida, vendo a vida passar pra todos eles.
Podia ser um rádio, podia ser uma porcelana e um baita de um elogio a, sei lá, Ney Latorraca. Eu só não sei, e temo um pouco, o que veria se houvesse um espelho a minha frente.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Mariana

Meu amor, eu quero pôr fogo na chuva.

É só o amor

A libertação se dá quando a felicidade chega sem motivo. Exatamente quando você a permite se instalar sem depender de uma razão, uma pessoa, um objeto, uma concretitude. Sonhei com meu pai noite passada. Ele veio me dar um abraço de dia dos pais.
Estávamos no meu apartamento em São Gonçalo e eu me lembro nitidamente do interfone tocando e da expectativa da minha mãe ao abrir a porta esperando vê-lo.
Mas, mãe, é claro que ele não vai estar dentro, não é?
É compreensível. Eu vou descer pra vê-lo. Peguei umas coisas, coloquei numa bolsinha e desci de pijamas, sem tomar banho para não deixá-lo esperando muito tempo. Ele não podia esperar muito.
E lá estava ele. Do outro lado da grade verde, no portão, com o braço apoiado, gordinho, sorrindo. Meu pai abriu os braços para me abraçar e começou a me dizer coisas, coisas das quais já não me lembro. Eu nunca lembro. Mas lembro dele falar sorrindo com a minha mãe e aquilo me deixou muito mais feliz. O meu pai estava falando com a mamãe. Foi um abraço, algumas palavras, ele estava muito feliz comigo.
Acordei.
Fui para a faculdade, fiz mais um trabalhinho, um professor faltou, fiquei alegre... Vim pra casa no friozinho, deite e dormi algumas muitas horas até levantar, sair pra tomar sopa com a minha mãe. Era uma sopa que vinha dentro de um pão! Comi chocolate.
Me deu vontade de cagar, mas a minha mãe queria ir na farmácia.
"Filha, a gente nunca tem tempo de ficar juntas. To te convidando pra ir ali comigo."
"Pra ir na farmácia?"
"É."
Fomos na farmácia. Tinha uns batons da Vult muito bonitos e um esmalte que eu gostei e se chamava Gato mia, miau. Depois passamos na Casa & Vídeo para comprar prato pro barco. Ganhei um conjunto de prato e caneca de presidiária azul (Isso quer dizer plástico). Gostei muito, agora posso comer no quarto com menos preocupação.
Sentei no computador, ouvi Anitta, me deu vontade de dançar. Percebi que, de verdade, eu queria ser a Shakira e comecei a sentir essa felicidade bonitinha que se tem quando você para de se reprimir. Decidi que vou mudar o cabelo, fazer um ombré azul, vai ficar lindo pra usar aquelas gargantilhas...
Obrigada, Deus, por esse ano tão maravilhoso. Pelas pessoas, pela felicidade aleatória numa noite de terça feira.

One

Acho que to enlouquecendo, mas ta sendo tão gostoso <3

Ai, ai

Yo te quiero ver enloquecer
Quiero provocarte
Vas a ver que cuando quiero algo
Yo lo puedo hacer
Si no me conoces
No dudes de mí pues
Yo te quiero ver enloquecer
Quiero provocarte yo ya sé
Que tú no lo admites, pero puedo ver
Muérete de ganas
Quieres verme hacer aquella paradinha ah ah

Quando seu apelido vira Anira

Se você não vem, eu vou botar pressão
Não vou te esperar, 'tô cheia de opção
Eu não sou mulher de aturar sermão
Me encara, se prepara
Que eu vou jogar bem na sua cara
Bem na sua cara
Eu vou rebolar bem na sua cara
Bem na sua cara
Hoje eu vou jogar bem na sua cara

Amor, to ensinando a rebolar agora.

domingo, 6 de agosto de 2017

Lady

Million Reasons



You're giving me a million reasons to let you go
You're giving me a million reasons to quit the show
You're givin' me a million reasons
Give me a million reasons
Givin' me a million reasons
About a million reasons

If I had a highway, I would run for the hills
If you could find a dry way, I'd forever be still
But you're giving me a million reasons
Give me a million reasons
Givin' me a million reasons
About a million reasons

I bow down to pray
I try to make the worst seem better
Lord, show me the way
To cut through all his worn out leather
I've got a hundred million reasons to walk away
But baby, I just need one good one to stay

Head stuck in a cycle, I look off and I stare
It's like that I've stopped breathing, but completely aware
'Cause you're giving me a million reasons
Give me a million reasons
Givin' me a million reasons
About a million reasons

And if you say something that you might even mean
It's hard to even fathom which parts I should believe
'Cause you're giving me a million reasons
Give me a million reasons
Givin' me a million reasons
About a million reasons

I bow down to pray
I try to make the worst seem better
Lord, show me the way
To cut through all his worn out leather
I've got a hundred million reasons to walk away
But baby, I just need one good one to stay

Ehh, ehh, eyy
Baby, I'm bleedin', bleedin'
Stay, ehh, ehh
Can't you give me what I'm needin', needin'?
Every heartbreak makes it hard to keep the faith
But baby, I just need one good one
Good one, good one, good one, good one, good one

When I bow down to pray
I try to make the worst seem better
Lord, show me the way
To cut through all his worn out leather
I've got a hundred million reasons to walk away
But baby, I just need one good one, good one
Tell me that you'll be the good one, good one
Baby, I just need one good one to stay