segunda-feira, 17 de abril de 2017

Signos, significantes, significados

Uma letra frouxa que corre solta e clara pelo papel, as linhas e contornos mais flexionados. Grafite gasto, tinta manchada, personalidade escorrida entre os dedos. A minha letra é redonda, de pé e a minha mão pesa e aperta a caneta como o sentimento que me aflige sempre. Essa ansiedade, essa dor, essa angústia. A minha caligrafia é forte e violenta, tomada pela urgência da captura do tempo que se vê cada vez mais perdido nas grades que formam meus traços.
Caligrafia, escrita da alma.
Digitação, generalização do ser humano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário