terça-feira, 1 de novembro de 2016

Quem inventou o amor, me explica, por favor

Eu cantei, acariciei, dormi ao seu lado, fiz surpresas, escrevi textos, poemas, desenhos. Me dediquei, te cuidei, abri mão do que eu queria, te assisti, dei assistência, conselhos, colo. Massageei seu corpo buscando tomar toda energia ruim para mim, porque seu sofrimento era o motivo da minha infelicidade. Gostaria de saber para onde foi todo o meu amor. Será que alguém pode responder como todo meu amor não foi suficiente? 
Meu castelo era de papel, as árvores e o terreno de pura imaginação. Vivi sozinha duplos sentimentos e agora vivo sozinha a solidão e a tristeza que parecem ser do mundo inteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário