segunda-feira, 23 de maio de 2016

Nada de entorpecentes

Em tempos de crise os tratamentos psicológicos recebem mais atenção, reconhecimento. As pessoas lembram que a arte cura (e quando não cura de imediato deixa febril até que a infecção se vá). Viva a tinta, viva o papel, viva a poesia do pessimismo, do desabafo, regressão ou auto-ajuda. Dois vivas ao homem em crise, produtor de significado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário