segunda-feira, 30 de maio de 2016

Longevidade

Eu quero sentir meus dias passando como têm de passar. Quero ler livros pesados deitada na minha cama, perder horas fazendo as próprias unhas do pé, tricotando um cachecol, cozinhando um novo prato, bordando uma toalha de presente de aniversário.
Quero não ter o que fazer, inventar artesanatos, jogar cartas e dominó, aprender a andar de bicicleta e estudar. Ler os textos da faculdade na mesa da sala em silêncio, ouvindo o rádio da moça que limpa aqui em casa lá longe e logo depois viver aquela agitação do colégio com minha coleção de crianças. 
Deus, permita que eu ame em meu tempo, me dedique integralmente a mim, ao meu amor e ao próximo. Eu gostaria de pedir, nessa oração, que o senhor me permita viver vinte e quatro horas por dia e não "oito horas de trabalho", "oito de sono", "duas de descanso".
Amém =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário