segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Enquanto você dorme

Enquanto você dorme eu penso
nos mil chocolates que quero confeccionar para te dar na Páscoa,
Mas a Páscoa é uma só e eu quero fazer mil chocolates.

Enquanto você dorme eu sinto
vontade de pegar o carro e te levar para ver as estrelas na parte rural da cidade,
Mas amanhã você trabalha e eu não sei dirigir (tampouco tenho um carro).

Enquanto você dorme eu vejo
o meu violão e um banquinho que são o par perfeito para uma serenata,
Mas talvez seja muito ridículo acordar o vizinho da frente antes de você.

Enquanto você dorme eu escrevo
uma coisinha sem rima e estilo,
você dorme agora e o importante não são os versos, mas o seu rosto sereno que poderia estar ressoando sobre o meu peito,
é como as outras mil Páscoas, o passeio de carro e a serenata
Hoje eu as imagino enquanto você dorme,
E amanhã tudo vai dormir enquanto eu vivo com você.


Mariana Cunha Dutra





Nenhum comentário:

Postar um comentário