quinta-feira, 15 de outubro de 2015

O cantinho do amor



Fiquei feliz em ter ouvido suas histórias, em ter feito uma viagem mental ao seu passado e visualizado um garotinho tímido e ao mesmo tempo exibido, emotivo e engraçado. Te imaginei apanhando e ganhando os jogos com aquela felicidade boba estampando a cara.
Eu te vi marginalizando o play, escrevendo músicas com gesso no chão, um perfeito adolescente. Bem... Eu teria achado foda e teria escrito junto naquela época. Rebelde, não?
Ainda tenho muito a descobrir... E isso me deixa muito ansiosa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário