quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Conversa de mulher

Não to sendo machista com o título. Para com essa porra. Agora você abre a boca pra falar que uma coisa é que hábito do sexo feminino ou masculino e no segundo seguinte tem um babaca que fala que você é machista ou feminista.
Esses dias eu estava no trabalho e isso aconteceu. O assunto era: Uma menina leiloou a virgindade e um cara pagou muita grana no leilão. A consideração de um colega de trabalho foi:
-"O leilão era de algo que um dia, provavelmente, iria acontecer."
Realmente. Concordei com ele. A probabilidade dessa garota conhecer alguém, ter um relacionamento e por fim, chegar aos fins era bem grande.
Mas. Mas. Chegou um outro colega de trabalho dizendo que a frase dita era absurdamente machista. E seu argumento era:
"Você está afirmando que um dia isso fatalmente iria acontecer. Mas ela não é obrigada a fazer um dia."
Cara. Puta que pariu. Ninguém falou em obrigação. Falamos de PROBABILIDADE.
Daí outra colega de trabalho comentou: Hm. Feminaze.
- Que isso, Deus? É o feminino de Iluminati?
E uma discussão gigante se iniciou por pensamentos "feministas"/"machistas". Porque sempre tem um exagerado de um dos lados que ferra tudo.
Por que é tão difícil as pessoas pararem de tentar criar polêmica? Seria tudo mais fácil se cada um cuidasse da sua vida e desse ao outro o repeito que deseja para si.
Seria TÃO mais fácil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário