sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Enciclopédia das Cores

Da altura das nuvens, onde vivia, partiu para um lugar igualmente calmo e puro: uma pequena fazenda de algodão cujos pais eram, também, pastores de ovelhas. A menina observava os cordeirinhos aprendendo a andar, a seguir a mãe e a compartilhar com ela mesma o precioso leite que bebiam. Naquele tempo dava para acreditar que além dos ursos, no meio da neve, havia, também, um senhor bonzinho com uma longa barba a preparar presentes para as boas crianças.

Muitas colheitas aconteceram no seu quintal e quando deu por si, já estava mirando os preciosos botões de pérola de seu vestido de noiva. O enxoval das núpcias estava arrumado sobre a cama para depois de seu primeiro banho de espuma. Dito sim ela passou a noite abraçada a seu amado sob a luz de uma brilhante lua cheia e assim uma certa pomba voou em direção aos céus para que novamente Pégasus se unisse a ela na missão de enviar, para o ventre daquela moça, um sonho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário